segunda-feira, 6 de abril de 2009

Castelos de Areia ...


Ei-lo … Um Castelo de Areia, como é simples ele abalar … Basta uma onda do mar …
E tal como a areia,
Também a nossa vida escoa ao sabor do vento, á beira-mar …

Queremos Agarra-la!
Queremos Guarda-la!
Quiçá Aprisiona-la!
Para nosso belo prazer, ai reside o nosso lado egoísta,
Mas ela escapa-se, escoando entre os nossos dedos,
Onde mostra o nada que somos …

Quantos são aqueles momentos mágicos que queremos preservar para sempre,
Quantos passam para a caixinha da memória, onde os visitamos vezes sem conta, onde as gargalhas se soltam, e as lágrimas caem …

Quantas noites e quantos dias se sonha acordado,
Com os momentos vividos e sentimentos sentidos …
Ou com momentos que queremos desesperadamente viverem e reviver,
Mas que são como os Castelos de Areia … facilmente derrubados pelo mar …

(Tenho andado desaparecida, tenho tido trabalho a montes, mas recebi um e-mail tão simpático que tive que retribuir! “Espero que gostes!” …)

11 comentários:

Eu mesma! disse...

Ai....
amei o teu texto....

amei mesmo!

Moonwisher disse...

Também já construi os meus castelos de areia e também já os vi a serem derrubados por vários tipos de ondas...
É triste... mas também confesso... que por mais dor que sinta ao ver meus castelos a serem derrubados nada se compara à alegria, ao prazer e ao desejo que os construir. Seja as vezes que foram necessárias... eu irei sempre reconstruir até que as ondas os queiram poupar!
Eu quero reconstruir...e tu?

P.S. Nada é horrivel quando se escreve com o coração...com a alma...
...e eu gostei! ;)

sonhos/pesadelos disse...

na magia dos castelos vemos quão frágil é a nossa vida....está windo!!!!
tens desafio no meu blog!!!
bjs endiabrados

Rafeiro Perfumado disse...

E às vezes queremos lavar a areia do nosso corpo, que aquilo quando agarra, fosca-se!

Beijoca!

Milésimo disse...

Os castelos de areia tal como tudo na vida...
Demora muito a construir seja o que for... mas tudo isso se pode destroir em segundos.
Tal como aconteceu em Italia por exemplo, em que aquelas casas, aquelas vidas se destruiram em segundos. E a dor que isso provoca...

Mais um belissimo texto de quem diz não saber escrever... mas quem saberá escrever?
Penso que o segredo está (e não sou o unico a dizer!) no coração e na alma...

Beijos de amizade, alma e coração deste ser para ti... Poetisa

Antonio saramago disse...

Pois aqui está mais um tetemunho muito interessante e Realista, porque a vida é mesmo como um Castelo feito de areia, depressa se desmorona, patra desfazer um castelo de areia, basta um sopro e para se desfazer uma vida bastam uns minutos.
Parabéns pela tua forte intuição e OBRIGADO pela longa visita.
PÁSCOA FELIZ minha LINDA!!!1

A.S. disse...

Ah!... como concordo contigo!
Por vezes esquecemos a fragilidade da vida!...


Beijos... e Boa Páscoa!

Emiliana Carvalho disse...

Obrigada, Anjo!

Fico feliz por ter aparecido no Morada e ter gostado do texto.

Beijos.

P.S. O importante é construir bases sólidas. É cliché, mas faz muito sentido...

Cöllyßry disse...

De pleno acordo contigo,nada é ao sabor do vento,pena que a maioria não dá o devido alimento há Alma, só alimenta o corpo, então tudo de repente se esfuma...
O humano é por demais egoísta, nem se lembra que um dia partirá, e será que se pergunta se lá na Eternidade tem alguém que o receba?, terá o auxilio que todos necessitamos nessa hora?nas tantas horas do dia bem podia dispensar uns momento...
Mas gostei muito deste texto...

Se quero uma fatia de folar, claro que quero, ummmmmmmmmmmm,como gosto...E onde????

Terno beijo, doce amiga

Terá sempre o mural,lá no Olhar
eu virei sempre...

Eu lamento esta época, a Humanidade continua a crucificar JESUS, não entendo a razão...
Fica bem, com paz e harmonia

Cõllybry

Ninja! disse...

Muito bom o teu texto! =)

Eu e a solidão disse...

Lindo texto...

Meus castelos de areia se desmancharam... o mar levou...

Por isso agora o próximo resolvi que vai ser de pedras, talvez as que encontre por onde passar até conseguir encontrar abrigo e parada certa!!


Beijos pra ti!