sábado, 29 de novembro de 2008

Amores & Desamores



Muito bem, vamos lá falar sobre algo MAIOR!
O que me sabem dizer sobre o AMOR?
Quantos tipos de AMOR existem?
Afinal o que é o AMOR?

Desculpem-me, mas vou tentar dividir o Amor (isto se me for possível) e assim sendo, então cá vai:

Amor Maternal – O Amor de pais para filhos, dos mais lindos e puros que existe ao cima da terra. Nada é demais para os nossos filhotes, morremos e matamos por eles! (Sim, sou mãe, daquelas bem babadas e galinhas!!!).

Também temos o inverso, o Amor dos filhos pelos Pais - Se forem atentos, sabem que o meu Palaio me deixou, e acreditem, não há palavras para descrever a dor e a perda...
A minha mamã está mais ou menos, a idade e as enfermidades da vida não lhe dão paz, mas tem uma filhota bem chata, que a paparica sempre que pode e a defende contra tudo e contra todos, mesmo quando sabe que ela está "errada". Digam-me, se não os meus, vou defender quem? Penso que concordam comigo...

Amor Fraternal – O laço de sangue é forte. Há quem tenha num irmão o melhor amigo, outros são companheiros de uma vida, mas... também há irmãos que simplesmente não se cruzam apesar de serem criados pelos mesmos pais, e há irmãos que não podiam ser mais diferentes!

Também temos o Amor pelos nossos amigos. Estes são uma mais valia nas nossas vidas, são uma base de segurança, é bom saber que temos alguém em quem confiar nesta vida! Há um ditado muito antigo que diz: “Os amigos escolhem-se, a família não!”

Agora vamos ao Amor que estavam á espera que eu falasse...
O amor entre o Homem e a Mulher! UI UI...
Neste Amor há tantos factores a ter em causa, não tendo para ele uma resposta ...
Como surge o amor entre nós, seres de Vénus, e eles, seres de Marte?
O que nos liga? O que faz aquele clic?
Um Olhar? Um Gesto? Uma palavra doce?
Acho que não há palavras para descrever este amor que é tão louco que sabe a pouco ...
Apenas sei que pelo amor, homens e mulheres fazem o que deviam e o que não deviam...
Há amores que nos deixam na lua, com aquele formigueiro e as famosas borboletas na barriga quando se está á espera do ser amado, aparece aquela secura na boca, as perguntas saltam na mente tal catapulta, "será que está bem? o que terá acontecido? porque não diz nada...?", aqui os minutos de repente transformam-se em horas, dias, séculos, mas que quando se vê a pessoa amada tudo se desvanece no ar como pura magia... E aí tudo faz sentido, tudo liga...

Mas... também há os desamores, estes são amores que magoam... ferem... matam...
Aqui entra o ódio, sentimento de igual intensidade ao amor, já que são o verso da mesma moeda...
Á pouco falei-vos da espera que se transformava em pura magia, mas então e a espera que mata e fere, quando a pessoa compreende por fim que já não vale a pena esperar mais, que o Amor que sente é apenas seu...
No amor existem porém sentimentos terríveis,
o egoísmo... a possessão... a humilhação... a traição...
Digam-me que sentimento é este, o da POSSESSÃO que existe nos seres humanos e os transforma em monstros ao dizer: " TU ÉS MINHA / MEU " ... Ao ponto de maltratarem e matarem quem supostamente dizem que amam? "TU NÃO ÉS MINHA / MEU, NÃO SERÁS DE MAIS NINGUEM!"

Quem ama não PRENDE, quem ama não MAGOA, quem ama LIBERTA, deixa o outro VOAR para PODER voltar para si, se tiver que ser seu...
Digo seu, porque para mim, e posso estar errada, o AMOR é a entrega total e absoluta, é a confiança e o respeito, são todas as coisas boas que existem, que quando se unem em volta de dois seres tão diferentes um do outro, resulta nele, no AMOR ...

Não se esqueçam, tentem responder-me:
O que me sabem dizer sobre o AMOR?
Quantos tipos de AMOR existem?
Afinal o que é o AMOR?

17 comentários:

sonhos/pesadelos disse...

linda,és linda!!!!!!!
o amor são os momentos, os sentimentos, os pensamentos, mesmo que se transforme em desamor, valeu enquanto existiu...nada é garantido na vida,mas o que é mesmo nosso são as lembranças e esperanças,a de um amor sem fronteiras ou barreiras, preconceitos ou medos, seja ele de que tipo for!
és lindaaaaa!!!!!
bjs endiabrados

p.s - já te disse hoje que te adoro? não? hum...que falha...ADORO-TE!!!

Snoopy disse...

bem..tas aqui com um texto muito bom...e engraçado ler no teu profile que não sabias escrever bem!! permite-me contrariar-te!!

Agora em relação ao amor...huummm...isso é muito complicado de falar...as vezes ja o é dificil demonstrar, ou melhor, pode-se mostrar de muitas maneiras..e nem sempre é a melhor. Agora em relação a possessões e tudo mais...axo isso muito mal, e isso ja é doença e n amor, plo menos é o que eu penso!

bem, lanço-te o mesmo desafio do meu blog! ;)

latidos e uivos

Salto-Alto disse...

Ui! Respostas complicadas essas que propões! Parabéns por este texto, está tão profundo e tão bem escrito! Gostei imenso!

sonhos/pesadelos disse...

nina nina nina!!!vinha eu lampeira convidar-te para um desfaio no meu blog, mas já te convidaram...e a mesma pessoa???? desculpa, venho já, vou matar cachorros a grito..eh eh eh
estás intimada a comparecer no meu blog para um duelo, descupa, desafio... bjs endiabrados

OnlyMe disse...

Eu acho que já disseste tudo. E mto bem!!
Vou deixar apenas aqui uma frase q gosto mto sobre o amor..

"A vida ensinou-nos que o amor não consiste em olharmos um para o outro, mas em olharmos juntos na mesma direcção." (Antoine de Saint Exupery)

Bons sonhos. Jinhos :)

Skywalker disse...

Muito bem escrito. só tenho a acrescentar que vale a pena amar sempre, mesmo que esse amor acabe. porque se amaste , viveste. Não passaste aao lado da vida.

Gostei deste cantinho.
Vou voltar

Bejokas

Ninja! disse...

Muito bem exposto não há dúvida. =)

Rafeiro Perfumado disse...

Acho que o facto de não se conseguir dizer o que é o Amor é que o torna tão especial.

Um beijo.

Pearl disse...

Usando e misturando todos os tipos de amor, para mim o AMOR é o impulsionador máximo da minha vida!

beijos

Cöllyßry disse...

Amor,complicado descreve-lo,por ente queridos, é diferente por cada Ser, mas da mesma forma intensa,esse sentir a que se chama amizade, é amar…só não se diz que se ama…

Amor de amores, pois não se ama um só no decorrer da vida física, uns mais intensos que outros, mas na Alma em rascunho, eles vêem, por isso se diz, conheço-te de algum lugar, o sentir vai crescendo…ou vai diminuindo…

Os desamores, eles também no reservo da medalha…Tanto se poderia falar do amor…Mas o melhor mesmo é sentir, no amar...



ölhår_Îñðîscrëtö...Å ¢µ®¡ö§¡dädë





...._.;_“.-._
...{`--..-.“_,}
.{;..\,__...-“/}
.{..“-`.._;..-“;
....`“--.._..-“
........,--\\..,-“-.
........`-..\(..“-...\
...............\.;---,/
..........,-““-;\
......../....-“.)..\
........\,---“`...\\
....._.;_“.-._ Doce beijo

JE disse...

Amor, complicado de descrever. Mas o mais importante é termos amor proprio, e a maior parte das vezes não temos. Beijos sem fim...

Antonio saramago disse...

FALAR DE AMOR É FÁCIL,saber transmiti-lo é mais complicado...

ana disse...

Vou deixar-te aqui um poema que gosto muito sobre o amor...

SONETO DA FIDELIDADE
Vinícius de Morais

De tudo, meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor ( que tive ) :
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Teresa disse...

Olá...Love,amor...palavra que não precisa de palavras para a descrever.
Para mim o amor fala mais alto do que tudo o resto nas nossas vidas!

Gostei muito.
Jokas xxx

Madi disse...

olha minha kida, este assunto de momento prefiro nao comentar,os poucos neuronios k ainda me restam, ainda nao conseguem dizer mais nada, amor? o k e ixo do amor, afinal????
Mas tu dixeste tudo e tão bem k se se acrescentar algum mais estraga...
beijão

Moonwisher disse...

Eu respondo:
"Há amor amigo, Amor rebelde
Amor antigo, Amor de pele
Há amor tão longe, Amor distante
Amor de olhos, Amor de amante
Há amor de inverno, Amor de verão
Amor que rouba como um ladrão
Há amor passageiro, Amor não amado
Amor que aparece, Amor descartado
Há amor despido, Amor ausente
Amor de corpo e de sangue bem quente
Há amor adulto, Amor pensado
Amor sem insulto mas nunca tocado
Há amor secreto de cheiro intenso
Amor tão próximo, Amor de incenso
Há amor que mata, Amor que mente
Amor que nada te faz contente...
Há amor tão fraco, Amor não assumido
Amor de um só quarto que não faz sentido
Há amor eterno sem nunca talvez
Amor tão certo que acaba de vez..."

Faz parte de um post do meu blog...
Está explicado?
Bj

Anónimo disse...

Sim, provavelmente por isso e