domingo, 4 de outubro de 2009

Bruxa malvada ...


Que megera, que Bruxa malvada,
Que engana e trapaça...
Que ela seja banida e castigada...
A maça doce e vermelha, que a sua mão guarda, com veneno foi tratada e mata apenas com uma dentada...
Quem a sua boca lhe toca é transformada,
E fica sem vontade de nada...
Fica á espera que seja salva...
mas quem a poderá salvar?
Um cavaleiro andante, um príncipe encantado, ou apenas um viajante?
Seja ele quem for, que venha rapidamente,
Para acordar a sua futura amada e amante...
Para que no fim desta história se possa ler e ficar contente:
“... E foram felizes para todo o sempre...”

Vitória, vitória, acabou-se a história...

5 comentários:

magna disse...

olá anjo negro parabéns pelo texto muito bonito e tocante!!!bjuss tenha um bom domingo.até mais!!!

Alguém disse...

O que se quer é cavaleiros andantes, já que bruxas malvadas é o que mais há por aí... ;-)

Eu Mesma! disse...

concordo....
o mundo está cheio de bruxas mesmo...

Antonio saramago disse...

Olha lá ó cachopa!!!
Agora andas metida na bruxaria?
AI AI!!!

Carlos disse...

Yo no creo em brujas... pero que las ay, ay!
Lindo texto, parabéns Anjo Negro!
Carlos